Caminhada e Palestra marcam o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em Santa Quitéria do Maranhão ~ CN1 | O seu Portal de Notícias

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Caminhada e Palestra marcam o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em Santa Quitéria do Maranhão



Do  Portal  CN1

Sexta-Feira, 19  de maio de 2017

Fotos: Portal CN1
Com o tema  "Faça Bonito: proteja nossas crianças e adolescentes",  a  Prefeitura de Santa Quitéria, por meio  das secretarias Municipais  de Assistência Social, Educação, Meio Ambiente e de Saúde com apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA)  e o Conselho Tutelar, foi para as ruas  da cidade nesta quinta-feira (18) para  celebrar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.


O prefeito Alberto Rocha (PDT) participou da caminhada e de uma palestra que reuniu centenas de pessoas entre estudantes, professores, vereadores e secretários municipais, que visa  manter viva a memória nacional, reafirmando a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos das crianças e adolescentes,  deixando principalmente todos conscientes sobre este tipo de violação.



A palestra sobre o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes foi realizada no Quitéria Clube, que  teve como público alvo alunos de escolas municipais, estaduais e particulares, que tiveram orientações e ressaltando  a prevenção de  ocorrência dessa espécie de violação, bem como a importância de denunciar fatos acontecidos, a fim de garantir a punição dos respectivos autores.




















18 de maio

A data foi escolhida em memória ao ‘Caso Araceli’, quando em 18 de maio de 1.973, Araceli Cabrera Sanches, uma menina de oito anos foi sequestrada e, após ser drogada, espancada e estuprada, foi violentamente assassinada por membros de uma família tradicional na cidade de Vitória, Espírito Santo. Muitos acompanharam o caso, porém nenhum dos culpados foi punido devido à falta de denúncias. Em 1998, foi proposto um projeto de lei, estabelecendo o dia da morte de Araceli como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. 

O projeto se tornou a Lei nº 9.970, de 17 de maio de 2000. Desde então, este dia é utilizado para conscientizar a sociedade e autoridades sobre a gravidade de crimes de violência sexual cometidos contra menores.

Para denunciar este tipo de crime, existe o Disque 100, canal que coleta também informações sobre paradeiros de crianças e adolescentes desaparecidos, tráfico de pessoas, além de informações sobre Conselhos Tutelares. O serviço funciona diariamente, das 8h às 22h, incluindo finais de semana e feriados. A identidade do denunciante é mantida em sigilo absoluto.



0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes