Corpo de maranhense assassinado em Brasília é velado no Maranhão ~ CN1 | O seu Portal de Notícias

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Corpo de maranhense assassinado em Brasília é velado no Maranhão


Corpo de Yago Linhares, que foi morto a tiros na saída de uma festa em Brasília na madrugada de sábado (1º), foi velado em meio a parentes e amigos na tarde desta segunda-feira (3) em São Luís.

Segunda-Feira, 03 de julho de 2017

                     O maranhense morava há pouco tempo em Brasília e tinha o sonho de ser DJ. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Foi velado na tarde desta segunda-feira (3), o corpo do maranhense Yago Linhares Sik, de 23 anos, que foi morto a tiros na madrugada de sábado (1º), na saída de uma festa no Conic (Setor de Diversão Sul) em Brasília, no Distrito Federal.

Segundo testemunhas, o autor dos tiros, identificado como Lucas Albo, agrediu a namorada durante a festa e Yago teria ido defender a mulher. Após a briga, o homem foi expulso da festa e ficou esperando a vítima do lado de fora do local quando efetuou os disparos. O estudante ainda chegou a ser socorrido pelos Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo.

“Começou a mandar mensagem para a menina [mulher agredida] que iria voltar e ia matar os dois. Era uma amiga, o Yago inclusive estava com um grupo de amigos, enfim, e ele vem covardemente e levanta uma arma. Aí nós levantamos a ficha toda dele, esse muleque lá, o assassino, ele tem um estupro, investigação, uma Maria da Penha, tem três portes de arma... Então assim, é uma pessoa complicada né”, conta Henrique Neves, tio da vítima.

               Yago Linhares Sik foi morto a tiros enquanto saía de uma balada em Brasília. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

As testemunhas também afirmam que a festa que aconteceu no fim de semana no Conic não tinha revista pessoal e qualquer pessoa podia entrar sem a necessidade de apresentação de documento, por exemplo. O Conic é o Setor de Diversão Sul e funciona como um centro de comércio e entretenimento. “Foi questão de segundos a gente saindo aqui. O cara que matou ele estava dentro da festa”, disse uma testemunha não identificada.

Segundo o 5º Distrito Policial de Brasília, responsável pela investigação do caso, Lucas Albo está foragido. Após o episódio, a organização da festa divulgou uma nota lamentando o caso.

Segundo a família, o jovem havia se mudado para a capital federal no começo do ano para realizar o sonho de ser DJ. Os amigos e a família da vítima cobram justiça no caso. “Sem dúvidas ninguém merece uma coisas dessas e o que se espera, e nada mais merecido, é que seja feita a justiça”, afirmou Ana Vitória Vasconcelos, amiga da vítima.

Do  G1MA

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes