No Centro de Medicina Avançada de Chapadinha - CMAC, você pode fazer o Rastreamento do Câncer Colorretal ~ CN1 | O seu Portal de Notícias

sábado, 8 de julho de 2017

No Centro de Medicina Avançada de Chapadinha - CMAC, você pode fazer o Rastreamento do Câncer Colorretal


Sábado, 08 de julho de 2017

O Câncer colorretal é uma neoplasia originada no cólon ou no reto ou seja do intestino grosso. Começa na camada superficial do revestimento intestinal (a mucosa) e com o tempo atinge as camadas mais profundas, levando a uma doença mais grave que demanda cirurgia, internação, muitas vezes quimioterapia e radioterapia.

No Brasil ele é quinto câncer mais diagnosticado e o fato é alarmante quando consideramos dois fatores: o primeiro, de que é possível adotar medidas de prevenção e eliminar os seus fatores casuais e o segundo, é que ele é um dos tumores em que o diagnóstico precoce tem maior impacto em redução da mortalidade.

Ainda pouco ou quase nada se fala a respeito dessa doença, que tem como principal vilão o pudor. Aliás, quando se fala das doenças relacionadas ao ânus, reto e cólon, o pudor é o sempre uma das grandes dificuldades enfrentadas. Por isso, a alta incidência do câncer retal é alarmante, em geral, as pessoas atribuem qualquer sangramento anal a hemorroidas. Não se deixam examinar e, pior, automedicam-se.

O tumor é mais comum após os 50 anos de idade, sendo que a probabilidade de seu aparecimento dobra a cada década entre dos 40 aos 80 anos de vida. A prevenção é a medida mais eficaz contra a doença. Dados científicos relevam que o rastreamento da doença tem um potencial curativo de 30% a 80%”. A colonoscopia é um dos principais métodos de rastreamento. Através dela é possível analisar revestimento interno do intestino grosso e parte do delgado, correspondente ao reto e ao cólon.

Os principais sintomas podem ser: anemia emagrecimento, sangue ou muco nas fezes, alteração do hábito intestinal, alternância de diarreia e obstipação, cólicas, sensação de evacuação incompleta, tenesmo ou “puxo” ou seja vontade de evacuar constante ou recorrente que não se relaciona com a quantidade de fezes evacuadas.

RASTREAMENTO
Recomenda-se o rastreamento, a colonoscopia, a partir de 50 anos, independentemente do fator de risco, mesmo sem qualquer sintoma, mas os que que se enquadrem nas seguintes condições: parentes de primeiro grau (pais, filhos e irmãos) que tem mais de 40 anos ou 10 anos a menos que o parente quando foi diagnosticado (o que vier antes).

Se você se enquadra em uma destas situações, procure um especialista. A saúde intima necessita de muitos cuidados. No CMAC você pode fazer exames periódicos com o médico proctologista, Glouberg Nóbrega. O CMAC possui ainda equipamento de ponta para diagnosticar as doenças do intestino, bem como uma equipe especializada para cuidar da sua saúde.

ASCOM

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes