Sebrae incentiva cooperativismo em Tabuleiros de São Bernardo ~ CN1 | O seu Portal de Notícias

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Sebrae incentiva cooperativismo em Tabuleiros de São Bernardo


Quarta-Feira, 19 de julho de 2017

Gestora de projetos do Sebrae, Jacirema de Cássia Silva, fala ao grupo de produtores sobre a       importância da organização em cooperativa.

Como parte das ações do projeto DET na região do Baixo Parnaíba, o Sebrae realizou a palestra sobre cooperativismo e tratou sobre as obrigações de cada membro dentro da cooperativa.

O Sebrae, por meio da Unidade Regional de Chapadinha, tem atuado junto a um grupo de 22 produtores rurais que integram o projeto Perímetro Irrigado Tabuleiros de São Bernardo, no Baixo Parnaíba, no sentido de estimular a organização e formalização por meio do cooperativismo, fortalecendo a comercialização do plantio, com base nas ferramentas do empreendedorismo. As ações fazem parte do Projeto Desenvolvimento Econômico Territorial (DET) Baixo Parnaíba, desenvolvido pelo Sebrae da região.

Entendendo os benefícios de se tornarem cooperados, o grupo decidiu fundar uma cooperativa. O processo de abertura corre a cerca de um mês e no último dia 11, os cooperados participaram de uma palestra sobre Cooperativismo, ministrada pelo Sebrae, no espaço dentro do projeto e onde funcionará a sede da cooperativa, em Magalhães de Almeida.

A palestra foi uma solicitação dos próprios cooperados, diante da necessidade de entenderem melhor o funcionamento de uma cooperativa e tratou sobre as obrigações de cada um dentro da organização.

A gestora do Sebrae, responsável pela ações do DET- Baixo Parnaíba, Jacirema de Cássia e Silva, ressalta o papel do Sebrae em mostrar a importância da criação da cooperativa. “Temos mostrado que com a cooperativa, o grupo seguirá algumas exigências de mercado, como a padronização das frutas com a criação de uma marca, assim valorizando os produtos cultivados por eles, ampliando as vendas", salientou Jacirema, destacando que a atuação do Sebrae tem sido de fundamental importância nesse processo.

A palestra é a segunda capacitação realizada por meio do DET junto ao grupo de produtores. A primeira foi uma oficina voltada para compras governamentais, que ensinou como fornecer para órgãos do governo, como prefeituras.  Está prevista ainda esse ano uma oficina sobre boas práticas pós-colheita.
                            O presidente da associação, Carlos André Lima Nascimento, aposta no sucesso da cooperativa.

O presidente da Associação dos Irrigantes do Perímetro Irrigado Tabuleiro de São Bernardo, Carlos André Lima Nascimento, conta que a participação do Sebrae tem sido efetiva. “A palestra sobre cooperativismo foi bastante produtiva e teve muita participação, isso demonstra o interesse dos produtores. Agradecemos ao Sebrae pelo apoio, que tem sido muito importante. Espero que dê tudo certo e que a gestão da cooperativa siga bem, pois isso é muito importante para nós”, destacou Nascimento.

Segundo o engenheiro agrônomo, Jorge Pontes, que acompanha o grupo há mais de três anos, a criação da cooperativa surgiu justamente para sanar a grande dificuldade em comercializar a grande produção do projeto.

“Devido a grande dificuldade na hora de vender nossos produtos por conta do grande cultivo, tivemos como alternativa criar a cooperativa que juntamente com a associação esperamos alcançar nossos objetivos de facilitar questões comerciais, pois hoje ocorre de maneira individualizada”, frisou, completando a importância da participação de parceiros no processo. “Para isso contamos com o apoio do Sebrae, Prefeitura de Magalhães de Almeida, por meio da secretaria municipal de Agricultura e a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp)”, finalizou Pontes, que também esteve presente na palestra sobre cooperativismo.

Tabuleiros de São Bernardo

O projeto Perímetro Irrigado Tabuleiros de São Bernardo foi implantado em 1986, com recursos financeiros do Ministério da irrigação no governo José Sarney, com área prevista de 25.000 hectares irrigáveis. O principal cultivo do perímetro é a fruticultura irrigada. Setenta e oito produtores rurais já trabalham com a fruticultura local.

Lidiane Reinaldo/Unidade de Marketing e Comunicação SEBRAE em Chapadinha
Edição Portal CN1


0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes