Santa Quitéria: Na Câmara, Procurador do município esclarece necessidade de parcelar salário de agosto e defende implantação da Nota Fiscal Eletrônica ~ CN1 | O seu Portal de Notícias

sábado, 16 de setembro de 2017

Santa Quitéria: Na Câmara, Procurador do município esclarece necessidade de parcelar salário de agosto e defende implantação da Nota Fiscal Eletrônica



Do Blog do William Fernandes/Portal CN1

Sábado, 16 de setembro de 2017

                                            Dr. Antônio Monteiro Neto, Procurador Geral do Município

Em 14 de setembro de 2017 na sessão da Câmara Municipal de Vereadores de Santa Quitéria do Maranhão, mais uma vez opositores da gestão municipal de Santa Quitéria -MA, utilizaram-se da Tribuna para atacar a gestão.

Os opositores foram contra o projeto de lei de autoria do executivo que implantará a nota fiscal eletrônica no município. Representantes do Núcleo Sindical do SINPROESEMMA de Santa Quitéria também questionaram a medida do governo de parcelar o salário dos professores referente ao mês de agosto de 2017.

O procurador geral do município, Dr. Antonio Monteiro Neto, que também participou da sessão, entrou em defesa do governo municipal. Ele defendeu a legalidade do projeto da implantação da nota fiscal eletrônica, informando que o município não pode estagnar no tempo e que o processo evolutivo é contínuo e a nota fiscal eletrônica é uma realidade já presente em municípios vizinhos como Chapadinha –MA. Antonio disse que o projeto deve ser discutido perante a sociedade quiteriense, visando esclarecer os benefícios da nota fiscal eletrônica.

O procurador também defendeu o parcelamento do salário dos professores referente ao mês de agosto de 2017, informando que o parcelamento não parte de vontade do prefeito Alberto Rocha, mas sim, em decorrência da crise nacional e da queda de receita nos pequenos municípios.

Antônio Monteiro ressaltou também que o parcelamento decorre da retirada de cerca de 950 Mil Reais do Fundeb pelo governo federal. Valor alto que hoje faz falta aos cofres do município.

O procurador esclareceu que a medida de parcelar salário já vem ocorrendo em esfera nacional e citou como exemplo o município de Porto Alegre (RS) que por três meses consecutivas vem parcelando o salário do servidor, diante da crise financeira que vem assolando o país.

Por fim, o procurador geral do Município enfatizou que toda a equipe de governo vem se empenhando no intuito de oferecer uma educação e saúde de qualidade aos quiterienses que há anos sofrem com o descaso com coisa a pública.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes