O susto foi grande, mas Daniel Alves não vai perder a Copa do Mundo na Rússia. O exame médico mais detalhado feito pelo lateral-direito na tarde desta quarta-feira, em Paris, não apontou uma lesão no ligamento cruzado do joelho direito. Houve apenas um estiramento colateral no local, que requer um prazo de recuperção de aproximadamente três semanas.

Aniversariante da semana, tendo completado 35 anos no último domingo, o camisa 32 do PSG se machucou no segundo tempo da final da Copa da França, na terça-feira, contra o Les Herbiers. Foi substituído por Thomas Meunier aos 41 minutos e, do banco de reservas, soltou o grito de campeão com a vitória por 2 a 0.

A comemoração, no entanto, durou muito pouco. Ainda no Stade de France, palco da decisão, os médicos do clube parisiense rapidamente notaram que o problema físico do veterano lateral poderia ser mais grave. A delicada situação também abafou um pouco a festa do título.

“Toda honra e toda glória a ti senhor e que sejam feitas sempre as tuas vontades na minha vida”, escrevu o jogador, no Instagram, poucas horas antes de fazer o decisivo exame médico.

Com Daniel Alves afastado de qualquer problema mais grave, Tite tem como única preocupação escolher entre Fagner, do Corinthians, e Danilo, do Manchester City, como reserva na lateral direita da seleção brasileira no Mundial. A lista com os 23 inscritos será divulgada no dia 14.

Goal.com

http://www.portalcn1.com.br/wp-content/uploads/2018/05/03-13.jpghttp://www.portalcn1.com.br/wp-content/uploads/2018/05/03-13-150x150.jpgPortal de Notícias CN1EsporteEsportesO susto foi grande, mas Daniel Alves não vai perder a Copa do Mundo na Rússia. O exame médico mais detalhado feito pelo lateral-direito na tarde desta quarta-feira, em Paris, não apontou uma lesão no ligamento cruzado do joelho direito. Houve apenas um estiramento colateral no local, que requer...Portal de Notícias CN1