Um homem de 44 anos morreu logo após tirar a vida da própria namorada, de 39, em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul. Segundo a Polícia Civil gaúcha, por não aceitar o fim do relacionamento, José Altair Barros de Oliveira assassinou Adriane Hacke a facadas e fugiu da cena do crime. Mas a debandada durou pouco tempo: horas depois de cometer o feminicídio, o homem bateu contra uma carreta e morreu na hora.

O crime ocorreu na  terça-feira (5/6). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, José Altair trafegava pela BR-285 quando invadiu a pista contrária e bateu de frente contra o veículo de carga. Ele ficou preso às ferragens e morreu no local. O homem não tinha carteira de habilitação, ainda segundo a PRF.

A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher apura o caso. Testemunhas já foram ouvidas e outras serão interrogadas nos próximos dias. José Altair tinha passagem pela Lei Maria da Penha.

Com informações do UOL

http://www.portalcn1.com.br/wp-content/uploads/2018/06/05-10.jpghttp://www.portalcn1.com.br/wp-content/uploads/2018/06/05-10-150x150.jpgPortal de Notícias CN1PolíciaPolíciaUm homem de 44 anos morreu logo após tirar a vida da própria namorada, de 39, em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul. Segundo a Polícia Civil gaúcha, por não aceitar o fim do relacionamento, José Altair Barros de Oliveira assassinou Adriane Hacke a facadas e fugiu da...Portal de Notícias CN1
slp6p5

jku7bl