Asiya Bibi, de 20 anos, foi detida por matar 14 pessoas em Muzaffargarh, centro-sul do Paquistão, com veneno de rato. A paquistanesa havia sido forçada a casar em setembro e pretendia matar o marido, Amjad Akram, de 25 anos. Com a ajuda do amante e da tia, ela envenenou uma garrafa de leite, pensando que apenas ele tomaria.

Amjad, porém, decidiu colocar o leite em uma jarra com lassi, bebida tradicional da região feita com iogurte, que foi consumido por 27 pessoas. Dessas, 14 pessoas morreram, incluindo o marido e uma criança de 7 anos.

Segundo Owais Ahmad, chefe da polícia local, os demais sobreviventes foram hospitalizados. A jovem admitiu o crime e foi presa juntamente com o suposto amante e a tia.

 

http://www.portalcn1.com.br/wp-content/uploads/2018/03/05-8.jpghttp://www.portalcn1.com.br/wp-content/uploads/2018/03/05-8-150x150.jpgPortal de Notícias CN1InternacionalInternacionaisAsiya Bibi, de 20 anos, foi detida por matar 14 pessoas em Muzaffargarh, centro-sul do Paquistão, com veneno de rato. A paquistanesa havia sido forçada a casar em setembro e pretendia matar o marido, Amjad Akram, de 25 anos. Com a ajuda do amante e da tia, ela envenenou...Portal de Notícias CN1