Mulher de 19 anos teve 38% do corpo queimado e tem estado grave.

Por Marina Meireles, G1 PE

Foto: Reprodução/TV Globo

Depois de se entregar à Polícia Civil na segunda-feira (9), o homem acusado de jogar uma substância corrosiva em Mayara Estefanny Araújo, de 19 anos, afirmou, em depoimento, que está arrependido do crime. 

Segundo a delegada Bruna Falcão, William César dos Santos Júnior, de 30 anos, disse que queria dar um susto na ex-companheira, que está internada em estado grave no Hospital da Restauração (HR), sedada e respirando com a ajuda de aparelhos.

O crime aconteceu na noite de quinta-feira (4), em Nova Descoberta, na Zona Norte do Recife. Na sexta (5), a polícia deteve dois suspeitos. Um deles, Paulo Henrique Vieira dos Santos, de 23 anos, apontado como participante da ação, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. Continue lendo aqui

https://www.portalcn1.com.br/wp-content/uploads/2019/07/01-14.jpghttps://www.portalcn1.com.br/wp-content/uploads/2019/07/01-14-150x150.jpgPortal de Notícias CN1PolíciaPolíciaMulher de 19 anos teve 38% do corpo queimado e tem estado grave. Por Marina Meireles, G1 PE Depois de se entregar à Polícia Civil na segunda-feira (9), o homem acusado de jogar uma substância corrosiva em Mayara Estefanny Araújo, de 19 anos, afirmou, em depoimento, que está arrependido do crime.  Segundo...
slp6p5

jku7bl