Uma bebê recém-nascida na Bahia conseguiu sobreviver após ser picada cinco vezes por um escorpião amarelo. Maria Sofia Silva Ferreira tinha apenas três dias de vida, quando foi atacada pelo animal, na cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste do estado. A informação é da TV Bahia, afiliada da TV Globo.

A menina nasceu no dia 3 de setembro. Dois dias depois, recebeu alta e foi para casa. O caso aconteceu no dia 6 de setembro. De acordo com informações da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), a criança foi levada para um posto de saúde por familiares, após apresentar aumento da frequência cardíaca, excesso de saliva e recusa alimentar.

Na unidade médica, Maria Sofia passou por uma triagem. Após ser atendida, ela foi encaminhada para o Hospital Municipal Esaú Matos. Ao examinar novamente a bebê, os médicos encontraram o animal preso no cordão umbilical, escondido dentro da fralda.

De acordo com o laudo médico da unidade de saúde onde a menina foi atendida pela segunda vez, foram aplicadas seis ampolas do soro antiescorpiônico na criança. Após passar três dias internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), a menina teve alta, em 9 de setembro.

Do hospital, Maria Sofia, os pais e a irmã, de 7 anos, que nasceu sem parte do crânio, foram para a casa de uma tia da menina. A família ficará na casa da tia até se mudar para um novo imóvel. Segundo Fernanda, um empresário de Vitória da Conquista se comoveu com a história e doou 6 meses de aluguel para eles. Além disso, o homem também ofereceu um trabalho para o marido de Fernanda, que estava desempregado.

Metrópoles

https://www.portalcn1.com.br/wp-content/uploads/2018/09/03-23.jpghttps://www.portalcn1.com.br/wp-content/uploads/2018/09/03-23-150x150.jpgPortal de Notícias CN1PaísPaísUma bebê recém-nascida na Bahia conseguiu sobreviver após ser picada cinco vezes por um escorpião amarelo. Maria Sofia Silva Ferreira tinha apenas três dias de vida, quando foi atacada pelo animal, na cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste do estado. A informação é da TV Bahia, afiliada da...Portal de Notícias CN1
slp6p5

jku7bl