O PPL, que na última eleição presidencial lançou João Goulart Filho (foto em destaque) como candidato ao Palácio do Planalto, será incorporado pelo PCdoB. Em nota, o partido disse que irá se fundir pois não conseguiu superar a cláusula de barreira, ou seja, elegeu apenas um deputado.

“De comum acordo, as direções das duas legendas concluíram, então, que o caminho para realizar os objetivos propostos é o da unidade, cujo encaminhamento prático, legal e imediato é a incorporação do PPL ao PCdoB”, diz a nota. A união deve ser oficializada no próximo dia 2 de dezembro.

Pela regra que entrou em vigor neste ano, só terão acesso aos recursos do fundo partidário e à propaganda gratuita no rádio e na TV os partidos que obtiveram, nas eleições para a Câmara, no mínimo, 1,5% dos votos válidos, distribuídos em pelo menos nove estados, com um mínimo de 1% em cada um deles; ou elegeram um mínimo de nove deputados federais distribuídos também em pelo menos nove estados.

https://www.portalcn1.com.br/wp-content/uploads/2018/11/07-17.jpghttps://www.portalcn1.com.br/wp-content/uploads/2018/11/07-17-150x150.jpgPortal de Notícias CN1PolíticaPolíticaO PPL, que na última eleição presidencial lançou João Goulart Filho (foto em destaque) como candidato ao Palácio do Planalto, será incorporado pelo PCdoB. Em nota, o partido disse que irá se fundir pois não conseguiu superar a cláusula de barreira, ou seja, elegeu apenas um deputado. “De comum acordo,...Portal de Notícias CN1
slp6p5

jku7bl