Foto: Michael Melo/Metrópoles

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve analisar, na próxima semana, o pedido de suspensão dos efeitos da condenação do ex-presidente Lula. Segundo informações do jornal O Globo, o processo deve ser liberado para julgamento pelo relator, ministro Edson Fachin, nos próximos dias. Em seguida, a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, marcaria uma data para apreciação do processo.

Na ação, a defesa do petista pede que seja atribuído efeito suspensivo ao recurso de Lula contra a condenação em segunda instância. Em janeiro, o ex-presidente foi sentenciado a 12 anos e 1 mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá. Em abril, iniciou o cumprimento da pena.

Caso o pedido seja acatado e os efeitos da condenação sejam suspensos, o ex-presidente pode ser solto e se candidatar às eleições deste ano.

De acordo com O Globo, a intenção de Fachin e Cármen Lúcia é definir o imbróglio jurídico antes do prazo final para o registro de candidaturas, em 15 de agosto. Nesta quarta (1º/8), antes de sessão plenária no Supremo, o ministro defendeu a “celeridade” no julgamento da ação.

Metrópoles

https://www.portalcn1.com.br/wp-content/uploads/2018/08/01-7.jpghttps://www.portalcn1.com.br/wp-content/uploads/2018/08/01-7-150x150.jpgPortal de Notícias CN1PolíticaPolítica                                                        Foto: Michael Melo/Metrópoles O Supremo Tribunal Federal (STF) deve analisar, na próxima semana, o pedido de suspensão dos efeitos da...Portal de Notícias CN1
slp6p5

jku7bl