sexta-feira, 25 de outubro de 2019

Mulher que raptou bebê no Pará é presa no Maranhão

Compartilhar

A Polícia Civil do Maranhão prendeu Josilene do Socorro Brandão Silva, acusada de raptar um bebê no município de Itaituba, no Pará, em setembro de 2018. 

A prisão ocorreu na quinta-feira (24) na cidade de Codó, a 307 km de São Luís, por meio da Superintendência do Interior e sua 14ª Delegacia Regional, em operação com a Polícia Civil do Pará.

A acusada já havia falsificado toda a documentação da criança, que tem um ano e dois meses, desde o nascimento, em agosto de 2018. Em depoimento, Josilene disse que queimou todos os documentos referentes à adoção.

Josilene Silva será encaminhada ao sistema prisional de onde deve ser levada para cumprir pena no estado do Pará, local de origem do mandado de prisão. 

Ela vai responder pelos crimes previstos nos artigos 149-A IV (Agenciar, aliciar, recrutar, transportar, transferir, comprar, alojar ou acolher pessoa, mediante grave ameaça, violência, coação, fraude ou abuso, com a finalidade de: adoção ilegal. Pena de 4 a 8 anos de reclusão, e multa) e 242 do CPB (Dar parto alheio como próprio; registrar como seu o filho de outrem; ocultar recém-nascido ou substituí-lo, suprimindo ou alterando direito inerente ao estado civil. Pena - reclusão, de dois a seis anos). 

A criança já foi inserida no sistema de garantias e acionada à Justiça da Infância para providências.


Informações Blog do Gilberto Lima
Compartilhar

Author: verified_user

0 comentários: